Disfagia

Fatores que impedem o bom funcionamento da memória
28 Outubro, 2018
Depressão e envelhecimento
26 Janeiro, 2019

Disfagia

O ser humano necessita de vários aspetos essenciais para poder viver. É necessário que tenha oxigénio para poder respirar; é necessário que todos os seus órgãos estejam a funcionar para que esteja vivo; é necessário que ingira comida e líquidos para ter energia e estar hidratado. É neste último aspeto que recai a nossa atenção e sobre o qual vai dissertar este artigo.

Qualquer alteração que surja ao nível da alimentação traz grandes transtornos para a nossa vida uma vez que a alimentação, para além de ser essencial à nossa existência, é uma forma de convívio e de felicidade.

Quando falamos da importância do Terapeuta da Fala nas questões da deglutição muitas pessoas ficam surpreendidas.

Mas então a Terapia não é só para as crianças e para aquelas que são gagas?!

Ora aí está um grande mito que está prestes a ser desmistificado.

O Terapeuta da Fala intervém ao nível da deglutição que é a nossa capacidade em ingerir alimentos e que se divide em quatro fases (preparatória, oral, faríngea e esofágica). Quando existe alguma alteração no processo de deglutição isso traduz-se em dificuldades em engolir alimentos nas suas variadas consistências.

Desta forma estamos perante o diagnóstico de disfagia que pode afetar todas as faixas etárias, desde os bebés até aos séniores.

A disfagia pode ser originada por questões neurológicas tais como o AVC (Acidente Vascular Cerebral), a Esclerose Múltipla, o TCE (Traumatismo Cranio Encefálico), a Doença de Parkinson, os tumores e por questões mecânicas como por exemplo o envelhecimento normal das estruturas com o passar da idade.

Sinais e sintomas de disfagia:
– Engasgo e tosse frequente durante a alimentação
– Sensação de corpo estranho na garganta após a alimentação
-Alterações na qualidade vocal após as refeições
– Perda de saliva ou comida pelos cantos da boca
– Alteração da sensibilidade da língua, bochechas e lábios
– Demora mais tempo a engolir e é necessário um esforço maior
– Escape de alimento e/ou água pelo nariz
– Infeções respiratórias frequentes
– Dificuldade na mastigação dos alimentos

Como tal devemos estar alerta para esta temática e saber reconhecer alguns sinais essenciais para que possa ser feito um diagnóstico correto e consequentemente possa haver uma intervenção adequada. O Terapeuta da Fala desempenha um papel importante uma vez que avalia e intervém na reabilitação da deglutição.

Nunca se esqueçam, o Terapeuta da Fala pode fazer a diferença!